Atualizações Tiflux

Inovação e ecossistema em Santa Catarina – SCInova

tiflux
14 de agosto de 2019

Compartilhe:

Existe uma troca muito forte de informações, direcionamento e visão estratégica para que o produto possa atingir cada vez mais o público-alvo a que ela se propõe e para o qual ela gera valor. Foto:Max Schwoelk / Startup Weekend 2019

Por Marcio Jacson – CEO Tiflux

O estado catarinense vem se destacando no cenário nacional como polo de inovação e tecnologia. Prova disso são as muitas empresas instaladas em Santa Catarina e o forte ecossistema que tem se formado na região. Nesta quinta-feira (15.08), começa em Florianópolis a segunda edição do Startup Summit, evento que discute temáticas relevantes para os negócios e que promete ir além da troca de conhecimento. 

Com algumas empresas expondo seus produtos e serviços, o evento proporciona, ainda, uma ótima chance para fazer negócios, além de conectar profissionais em diferentes estágios de maturidade na carreira e na empresa. É a chance de aprender com quem já trilhou um bom caminho, errou e acertou.

TiFlux, software de gestão para atendimento a cliente, é um bom exemplo de quem quer crescer, mas não quer ir sozinha. Presente em 22 estados brasileiros, com mais de seis mil usuários, a startup entendeu desde cedo a importância de estar num ecossistema forte e maduro. Além de focar no próprio negócio, temos trabalhado para impulsionar Joinville como um pólo tecnológico, ao lado de parceiros importantes como a ContaAzul, UFSC e a Pollux. Uma das iniciativas que corroboram isso é a fundação do Ágora Tech Park, um parque tecnológico que funciona como hub de inovação, eventos e empresas. 

Como fundador, sinto que ganhei muito em poder receber a experiência de outros empreendedores que estão conectados ao ecossistema. Existe uma troca muito forte de informações, direcionamento e visão estratégica para que o produto possa atingir cada vez mais o público-alvo a que ela se propõe e para o qual ela gera valor. Não fosse todo esse poder da comunidade de inovação e dos players, nosso crescimento não seria tão rápido, uma vez que iríamos errar muito mais. 

O aconselhamento e o direcionamento de mentores como o Rafael Assunção (Questum), o Vinicius Roveda (ContaAzul) e o Piero Contezini (Asaas) nos ajudaram bastante a acelerar o crescimento acima da média – sem contar as parcerias com outras empresas, como o próprio Asaas, a CoBlue e a Transfeera. Assim como todos eles, nós somos egressos do programa de capacitação StartupSC e essa conexão faz com que todos vão se ajudando na jornada de desenvolvimento. 

Parcerias são fundamentais para que o resultado aconteça de forma rápida e exponencial. E não apenas entre os empreendedores, mas também envolvendo todos que trabalham nestas startups, pois cada empresa conta vários especialistas em diferentes áreas (marketing, gestão, tecnologia etc.) e é preciso aproveitar estes talentos para apoiar outras startups em seus processos de amadurecimento, um processo fantástico de give back.  

Para crescer, precisamos de uma economia forte, saudável e isso só é possível num ecossistema robusto. Por isso acreditamos no Ágora e em tantas outras iniciativas que temos fundado com importantes parceiros. Quanto mais gente falando e vivenciando inovação, mais orgânico fica o movimento.

Artigo original:
https://scinova.com.br/como-um-ecossistema-ativo-ajuda-novos-negocios-validar-e-crescer-rapido/

Deixe o seu comentário