Empreendedorismo

Você tem tempo para fazer gestão?

Você tem tempo para fazer gestão?
fevereiro 20, 2018

Você faz gestão de TI da sua empresa ou, como diria nossa amigo Zeca Pagodinho, “deixa a vida me levar, vida leva eu…”? Parece estranho, mas é a realidade de muitos empresários. Eles comentam, suplicam, gritam que não tem tempo para fazer a gestão de seu negócios.

tempo para gestão

Se você não tem tempo para fazer gestão, saiba que de uma forma ou outra a gestão está ocorrendo. Seus funcionários ou clientes estão impondo regras sobre como você deve administrar o seu negócio.

Você se identificou? A boa notícia é que só depende de você tomar as rédeas do seu próprio negócio.

O empresário é o principal responsável pela gestão. Muitas vezes, porém, ele está tão envolvido com o operacional que a gestão da empresa fica abandonada.

Quem não faz uma gestão eficiente, tem sua empresa fadada ao fracasso ou a ficar na mesmice. É como um cachorro que fica correndo atrás do próprio rabo, sem chegar a resultado nenhum.

Se hoje você já tem uma gestão na sua empresa, mas busca melhorar, presta atenção nas nossas dicas.

Gestão dos funcionários

Se você tem funcionários, sabe assim como nós, que é uma tarefa bastante árdua fazer a gestão de uma equipe. Ela precisam estar capacitada e treinada para executar suas atividades. E motivada para executar.

A “motivação” é uma palavra chave para que os funcionários gerem resultados. Eles precisam de um motivo para entrarem em ação (motivo + ação = motivação).

Cada pessoa tem uma motivação diferente. Para alguns é um salário, para outros é um elogio, e para outros é sentir que faz parte de um projeto grande e importante.

Para todos esses fins é importante que você tenha indicadores de desempenho para seus funcionários. Metas claras e objetivas que eles devem alcançar. Eles devem ser recompensados quando eles alcançarem os objetivos. Seja com elogios, brindes, premiações ou até salários melhores. É normal da natureza humana a competição, então você deve incentivar uma competição saudável nos seus funcionários, eles devem competir para serem melhor do que eles são, é o processo da melhoria contínua.

equipe gestão

Gestão dos Serviços

Todo prestador de serviços precisa urgentemente fazer a gestão adequada de seus serviços. No seu portfólio de atuação com certeza há serviços diferentes que devem ser executados de maneira diferente. Seja porque o serviço demande mais tempo, aprovações, serviços especializados, há um workflow diferente para cada caso.

Tratar todos os serviços da mesma forma poderá fazer você cair em erros como:

  • Atender fora do prazo;
  • Não suprir as necessidades e ou expectativas do cliente;
  • Alocar um profissional mais/menos especializado do que o serviço requer;
  • Gastar mais recursos que o necessário;
  • Realizar serviços sem a devida autorização

Se o seu business é prestar serviços, você precisa ter uma ferramenta que lhe permita fazer a gestão adequada das suas filas de serviço.

Em outro artigo nós apresentamos o conceito de mesa de serviços. Ela é uma forma inteligente de organizar as várias filas de atendimento que você pode ter dentro de seu negócio.

Gestão dos clientes

Quanto mais cliente e mais serviço melhor? Nãooooo!!!!

Parece lógico, mas não é. É tentador pensar que ter mais cliente e ter mais serviço é o melhor para sua empresa. Mas você já parou para analisar se os seus clientes estão gerando rentabilidade a sua empresa?

Ter um cliente com rentabilidade negativa vai apenas afundar o seu negócio. A menos que esse cliente possa ser estratégico porque indica outros clientes, você não deveria ter nenhum cliente com rentabilidade negativa.

Como medir a rentabilidade?

Em tese, você deve calcular quanto você gastou e quanto recebeu pela prestação daquele serviço no cliente. Concordamos que é difícil calcular a rentabilidade de um serviço de um dia. Ainda mais complicado é calcular a rentabilidade de um cliente quando estamos falando de meses de serviço.

Uma etapa importante é fazer a precificação correta dos serviços, para te ajudar nessa etapa segue nosso artigo sobre esse assunto.

Adicionalmente você precisa ter um bom sistema de gestão que lhe ajuda a contabilizar o tempo gasto para cada cliente e cada tipo de serviço. Apenas dessa forma você conseguirá fazer os cálculos de maneira mais eficiente.

Imagine você fazer a comparação de esforço realizado e receitas de sua empresa entre os clientes:

    Esforço          Receitas    
Cliente 1                     12%          7%
Cliente 2        10%        15%
Cliente 3          9%          5%
Cliente 4          8%        12%
Cliente 5          7%        10%

Olhando uma tabela como essas é fácil notar que o “Cliente 1” necessita urgente de sua atenção. Ele responde por 7% de suas receitas, mas leva 12% de seu esforço, um déficit de 5%.

Olhando melhor ainda você consegue enxergar que seu melhor cliente é o “cliente2”, são 5% positivos.

O importante é trabalhar o esforço e receitas para que eles sempre estejam equilibrados. O cliente deve pagar pelo que ele recebe, e você receber pelo que está fazendo, de modo justo.

Para chegar a esse tipo de relatório você precisa ter ferramenta. Não é saudável fazer tudo em manualmente planilhas. Por isso a importância de ter ferramentas que consigam lhe dizer de forma direta e precisa onde você deve agir.

Priorizar trabalhos

focus

É importante que você saiba qual serviço deve ser feito antes. Se você não souber priorizar os seus serviços, os clientes ou os funcionários farão, mas dai não adianta reclamar.

Antes de ter uma visão clara de qual serviço deve ser executado, você deve organizar as demandas de atenção em filas de atendimento. Olhe nosso artigo sobre Mesas de Serviço. É uma forma inteligente de organizar os trabalhos, criar workflows e principalmente de priorização de atendimentos.

Seguindo essas dicas de ouro com certeza você terá uma melhor gestão de seus serviços e poderá ficar mais tranquilo quanto a saúde de sua empresa, rompendo assim o ciclo vicioso de trabalho estressante e poucos resultados.