Gestão de projetos 6 minutos

EAP: o que é e como fazer uma Estrutura Analítica do Projeto?

TIFlux - EAP: o que é e como fazer uma Estrutura Analítica do Projeto?
Ademir Vicente Machado Junior
27 de novembro de 2023

Compartilhe:

A Estrutura Analítica do Projeto (EAP) é um elemento fundamental na gestão eficaz de projetos em uma organização, fornecendo uma visão ampla e detalhada das atividades que são necessárias para atingir metas específicas. 

Neste artigo, conheça o conceito de EAP, o seu objetivo, as principais características e vantagens de utilizá-la e o passo a passo para criar uma Estrutura Analítica do Projeto de forma assertiva. Confira!

O que é EAP?

A Work Breakdown Structure (WBS) ou Estrutura Analítica do Projeto (EAP), em português, é uma técnica da gestão de projetos que mostra uma representação hierárquica de todas as tarefas, fornecendo uma visão abrangente e estruturada do que precisa ser realizado.

A EAP divide o projeto em pacotes distintos, chamados de “pacotes de trabalho” ou “atividades”, que são organizados em níveis. Cada nível representa um grau crescente de detalhamento, indo de fases principais até tarefas individuais. Isso facilita a compreensão total do projeto e, ao mesmo tempo, permite o gerenciamento eficiente de cada componente. 

Qual o objetivo de uma EAP?

O objetivo principal de uma Estrutura Analítica do Projeto é decompor e organizar as atividades em partes menores e mais gerenciáveis, organizadas em uma estrutura que facilita a compreensão e a gestão do trabalho e fornecendo uma representação visual de todas as atividades envolvidas em um projeto. 

Os objetivos específicos da EAP incluem:

  • Desdobramento hierárquico;
  • Alocação de recursos;
  • Estabelecimento de responsabilidades;
  • Acompanhamento do progresso;
  • Tomada de decisões assertivas;
  • Comunicação efetiva.

Quais as características principais de uma EAP?

A Estrutura Analítica do Projeto (EAP) possui características que são essenciais para um gerenciamento eficaz e assertivo. A seguir, listamos os aspectos essenciais que devem ser contemplados nessa estratégia:

Hierarquia

A EAP adota uma organização hierárquica, abrangendo desde as fases principais até as atividades individuais. Essa estrutura facilita a compreensão das interações entre os diversos componentes do projeto.

Mutuamente exclusiva

As atividades e componentes na Estrutura Analítica do Projeto devem ser mutuamente exclusivos, o que significa que não deve haver sobreposição ou duplicação de responsabilidades entre os diferentes elementos.

Representações visuais

A EAP é geralmente apresentada de forma gráfica e visual, utilizando diagramas de árvores ou outras representações visuais. Isso facilita a compreensão rápida e eficaz da estrutura do projeto.

Número controlável de níveis

Embora a Estrutura Analítica do Projeto possa ter vários níveis de detalhamento, é importante manter um número controlável de fases para garantir praticidade e facilidade no gerenciamento.

Vantagens de utilizar uma EAP em seus projetos

A utilização da Estrutura Analítica do Projeto (EAP) oferece diversas vantagens na gestão de projetos de uma empresa. Entre as principais, estão:

Visão geral

A EAP proporciona uma visão geral e estruturada do projeto, permitindo que os gestores e membros da equipe compreendam facilmente o escopo, as fases e as inter-relações das atividades.

Subdivisão de tarefas

A Estrutura Analítica do Projeto facilita a decomposição do projeto em tarefas menores e mais gerenciáveis, simplificando o planejamento, execução e controle de cada componente do trabalho.

Estabelecimento de responsabilidades

A Estrutura Analítica do Projeto define de forma precisa as responsabilidades de cada equipe ou membro, proporcionando uma compreensão clara das contribuições individuais para o sucesso do projeto.

Decisões assertivas

Ao oferecer uma estrutura detalhada, a EAP auxilia os gestores na tomada de decisões mais assertivas. Isso permite que eles identifiquem e resolvam problemas de forma proativa.

Alocação eficiente de recursos

Ao identificar claramente as atividades e suas interdependências, a EAP possibilita uma alocação mais eficiente de recursos. Assim, é possível evitar as sobreposições e também os gargalos.

Acompanhamento do progresso

Facilita o acompanhamento do andamento do projeto, permitindo que a equipe e os gerentes identifiquem rapidamente áreas de atraso ou desvios em relação ao cronograma. Para elevar o nível da gestão, é importante definir indicadores para auxiliar no monitoramento do desempenho.

Como criar uma EAP?

A criação de uma EAP é essencial para o sucesso na gestão de projetos. Para isso, é fundamental seguir um passo a passo detalhado para uma construção assertiva. A seguir, listamos as etapas necessárias para a implementação.

  1. Defina os objetivos

Definir os objetivos do projeto é essencial para proporcionar clareza e alinhamento, garantindo que todos compreendam as metas específicas. Isso facilita a alocação eficiente de recursos, assegurando que cada componente contribua diretamente para o sucesso geral. 

  1. Identifique as fases principais

Identificar as fases auxilia em uma visão ampla e organizada do projeto, facilitando a compreensão e a comunicação entre as equipes. Isso permite uma gestão eficiente, com a capacidade de atribuir responsabilidades específicas a cada fase, garantindo um progresso constante.

  1. Enumere as atividades principais

Enumerar as atividades principais viabiliza uma atribuição precisa de recursos e responsabilidades, otimizando a execução do projeto. Além disso, facilita o monitoramento do progresso, possibilitando ajustes rápidos e eficazes durante a implementação.

  1. Subdivida as tarefas

Subdividir as tarefas facilita a alocação precisa de recursos e a atribuição de responsabilidades, garantindo um acompanhamento detalhado do progresso. Além disso, proporciona maior clareza, promovendo uma execução mais organizada e orientada para resultados.

  1. Utilize ferramentas inteligentes

As ferramentas e softwares são aliados na colaboração entre membros da equipe, promovendo uma gestão ágil e atualizações em tempo real. Além disso, proporcionam recursos visuais e analíticos que melhoram a compreensão do projeto, otimizando a tomada de decisões.

  1. Atualize a EAP sempre que preciso

Atualizar a EAP conforme necessário é fundamental para refletir mudanças e garantir alinhamento contínuo com os objetivos do projeto. Essa prática permite uma visão precisa do status, facilitando tomadas de decisão e evitando desvios. 

Além disso, a atualização regular da EAP promove uma gestão proativa, melhorando a capacidade de enfrentar desafios e garantindo a eficiência ao longo do ciclo do projeto.
>> Gostou deste conteúdo e deseja implementar uma gestão eficaz nos seus projetos? Baixe a planilha de gerenciamento e acompanhe os processos com precisão.

Deixe o seu comentário


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.